Reabilitação Cardiovascular melhora condições pós-cirúrgicas

As doenças cardiovasculares são reconhecidas como a principal causa de morte na maioria dos países, e acarretam grande morbidade ao longo de sua evolução. Para reduzir essa estatística e melhorar a qualidade de vida das pessoas que passam pela cirurgia cardíaca, a medicina conta com a Reabilitação Cardiovascular (RCV). Essa ferramenta terapêutica alia o exercício físico programado ao trabalho educativo, para modificação ou adaptação do estilo de vida, reduzindo o risco cardiovascular.

Ao longo das sessões de reabilitação o indivíduo passa por um programa de educação continuada que lhe fornece orientações direcionadas ao retorno à atividades física, sexual e ao trabalho. O paciente que entende sua doença e o seu tratamento previne complicações com uma boa orientação.

RCV proporciona bem estar

As principais evidências científicas com relação à RCV apontam o exercício físico programado como a principal intervenção neste processo, já que ele:

  •  reduz e melhora o controle da pressão arterial;   
  •  reduz a frequência cardíaca em cargas submáximas de exercício; 
  •  melhora o metabolismo da glicose. 

Todos os pacientes que apresentam ou apresentaram um dos seguintes quadros são elegíveis para o programa de RCV: 

  • Doença arterial coronariana (DAC crônica, pós-infarto agudo do miocárdio, pós-operatório de cirurgia de revascularização do miocárdio, pós-angioplastia coronária);
  • Insuficiência cardíaca;
  • Valvopatias (Valvopatias crônicas, pós-operatório de trocas valvares ou valvuloplastias);
  • Pós-transplante cardíaco;
  • Doença vascular periférica;
  • Pacientes com alto risco de doença cardiovascular (portadores de diabetes Mellitus, síndrome metabólica, obesidade).

Os pacientes que aderem à Reabilitação Cardiovascular são submetidos à avaliação integral, com o objetivo de mensurar o risco cardiovascular. As sessões devem ser ministradas por fisioterapeutas especializadas e supervisionadas por médicos cardiologistas especialistas em medicina esportiva.

O centro de reabilitação adequado deve contar com área confortável, ter equipamentos de alta qualidade necessários para o atendimento de emergências, além de uma equipe bem treinada para dar suporte ao paciente.

A Reabilitação Cardiovascular é o caminho mais simples e também o mais rápido para que os pacientes possam retomar suas atividades cotidianas, além de oferecer melhor qualidade de vida a todos.

Dr. Marconi Gomes da Silva -- Cardiologista, especialista em Medicina do Esporte e coordenador da Clínica Sportif