Afinal, existe colesterol bom e ruim?

É provável que você já tenha ouvido falar sobre colesterol bom e colesterol ruim. Antes de saber a diferença entre eles, é preciso entender que o colesterol é um tipo de lipídio (gordura) produzido pelo nosso corpo e que está presente em alimentos de origem animal (carne, leite integral, ovos etc.). Ele desempenha funções essenciais, como produção de hormônio e de vitamina D.

Como os lipídios não se misturam com líquidos, eles são insolúveis no sangue e precisam ser transportados por certas proteínas para se "locomoverem" pelo corpo. Do encontro de lipídios com proteínas, surgem as lipoproteínas, que podem ser de baixa densidade (low density lipoproteins, ou LDL) ou alta densidade (high density lipoproteins ou HDL).

O HDL ou "colesterol bom"

O HDL é capaz de retirar o colesterol das células e facilita sua eliminação do organismo e, por isso, é benéfico. Os exercícios podem, sim, ajudar a manter um bom nível de HDL, mas se a sua dieta for rica em LDL, então só a atividade física não será o suficiente.

Para aumentar a quantidade de colesterol bom é aconselhável:

- Ingerir alimentos ricos em vitamina B, como carne branca, queijo branco, clara de ovos, vegetais;

- Comer alimentos com ômega 3, como sardinha, truta, bacalhau e atum com pele;

- Evitar alimentos ricos em colesterol, como manteiga e gema de ovo;

- Colocar vegetais, principalmente na forma de salada crua e variada;

- Comer fruta com casca, principalmente maçã, pera, ameixa e pêssego;

- Comer boas fontes de gordura como azeitona, azeite, abacate e semente de girassol.

O valor ideal de HDL no organismo é igual ou superior a 60mg/dl. Ele é considerado baixo se for inferior a 40 mg/dl no caso dos homens e 50mg/dl no casos das mulheres.

O LDL ou "colesterol ruim"

Ao contrário do HDL, o LDL ajuda o colesterol a entrar nas células, acumulando o excesso nas artérias sob a forma de placas de gordura, que pode prejudicar o fluxo sanguíneo e, assim, levar a doenças cardiovasculares.

Para diminuir o nível de LDL, é preciso evitar ou pelo menos reduzir o consumo de alimentos como:

- Carnes vermelhas e frituras;

- Leite integral e queijos amarelos, como cheddar, catupiry e prato;

- Refrigerantes e sucos industrializados;

- Comida pronta congelada;

- Pizza, lasanha, pães brancos, doces, bolos e biscoito recheado.

A concentração de mau colesterol no sangue deve ser menor do que 100 mg/dl. Valores entre 160 e 189 mg/dl são considerados altos e maiores que 190 mg/dl são considerados muito altos. Lembrando que, apesar da dieta ser fator crucial, o alto nível de LDL também pode estar ligado à hereditariedade e ao sedentarismo.